Instituto Legislativo Brasileiro oferece cursos gratuitos


O Programa Jovem Senado Brasileiro, em parceria com o Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) está ofertando dois cursos a professores, coordenadores pedagógicos e gestores escolares. Os cursos serão realizados a distância, utilizando várias ferramentas de interação, dicas de leitura, vídeos e áudios.
O curso “O Poder Legislativo” apresenta noções básicas sobre o Parlamento Brasileiro e tem carga horária de 40 horas e “Política Contemporânea” traz um conteúdo mais denso e complexo sobre o papel do Poder Legislativo e a evolução da política nacional, com carga horária de 60 horas.
Os cursos são gratuitos e sem tutoria. As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de agosto de 2015, no endereço http://saberes.senado.leg.br. Os interessados poderão participar dos dois cursos oferecidos para trabalhar o Jovem Senador na escola, e também se inscrever nos demais cursos (EAD) oferecidos pela Plataforma Saberes.
Após a inscrição o cursista terá 60 dias para completar todas as etapas antes que a plataforma se feche. Os certificados serão expedidos somente depois de concluídos os módulos previstos na ferramenta.

Outras informações pelo telefone (67) 3318-2303 ou pelos sites http://saberes.senado.leg.br e www.senado.gov.br/jovemsenador.

Fonte: SED/MS

Parlamento Jovem tem inscrições prorrogadas

O Projeto Parlamento Jovem Sul-mato-grossense, destinado aos estudantes do 1º e 2º anos do ensino médio, prorrogou o prazo de inscrição das unidades escolares até dia 10 de julho, conforme aditivo ao Edital nº 01/2015, publicado no Diário Oficial ALMS N. 0783, de 19 de junho de 2015.
Para acessar o edital e realizar as inscrições (escola e estudante) basta acessar    http://www.escoladolegislativo.al.ms.gov.br/new/index.php?option=com_content&view=article&id=596.
As fichas de inscrição da escola e dos estudantes da Rede Estadual de Ensino e os demais documentos solicitados deverão ser encaminhados à Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul, por meio do correio eletrônico parlamentojovemmatogrossodosul@gmail.com

Mais informações no Núcleo de Currículo/COPEB/SUPED, pelo telefone (67) 3318-2303 com os técnicos Fátima Carvalho e Pedro Augusto.

Fonte: SED/MS

Governador assina projeto de lei para reajuste salarial

Confirmando o compromisso de valorização dos profissionais de Educação, o governador Reinaldo Azambuja assinou nesta terça-feira, às 8h, os projetos de lei que regulamentam a eleição de diretores e que tratam do reajuste salarial até 2021 e a hora/atividade dos professores da Rede Estadual de Ensino. A assinatura aconteceu na Federação dos Trabalhadores em Educação (Fetems).

Os projetos garantem a integralização do piso por 20 horas para 2021 e o reajuste anual do piso com acréscimo de 4,37% todo o mês de outubro.

Fonte: SED/MS

Conheça e participe do Prêmio Educador Nota 10


Criado em 1998, o Prêmio Educador Nota 10 reconhece professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e também gestores escolares de todo o país. Aproximadamente 3.000 educadores, professores, gestores escolares e coordenadores pedagógicos, de diversos segmentos de ensino, inscrevem seu trabalho a cada edição do Prêmio em diferentes áreas de conhecimento.
Uma comissão selecionadora, composta por profissionais da Educação, especialistas nas diversas disciplinas, analisa todos os trabalhos recebidos e, entre eles, são escolhidos os 50 finalistas e entre os finalistas são escolhidos os dez Educadores Nota 10. Nessas 18 edições, foram reconhecidos 191 educadores, entre professores e gestores, com a entrega de aproximadamente 2,2 milhões de reais em prêmios.
Os trabalhos premiados são ideias simples e corajosas que mostram a importância da aprendizagem de crianças e jovens e a tarefa de mantê-los numa boa escola, trabalho esse indispensável para a transformação deste país numa nação melhor e mais justa.
Inscreva seu projeto na 18ª edição do Prêmio Educador Nota 10 e inspire milhares de educadores pelo Brasil.

Fonte: Fundação Victor Civita

Prêmio Educadores do Brasil está com inscrições abertas

Diretores e professores das escolas públicas, de todo o Brasil, podem participar da Iniciativa Educadores do Brasil, por meio dos prêmios Professores do Brasil, do Ministério da Educação, e Gestão Escolar, realizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em parceria com instituições privadas e do terceiro setor. As inscrições vão até 14 de setembro.
O Educadores do Brasil unificou duas iniciativas já existentes. O primeiro instituído em 2005, premia o professor que se destaca com mérito na melhoria da qualidade do ensino. O segundo estimula e reconhece, desde 1999, boas práticas de gestão nas escolas públicas de educação básica.

PROFESSORES – PRÊMIO PROFESSORES DO BRASIL
Ao fazer a inscrição on-line, o professor produzirá um relato de experiência, evidenciando sua qualidade e resultados obtidos. Ao escrever sobre uma experiência vivida na sala de aula o participante desenvolve um exercício de reflexão sobre a própria prática, promovendo o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.
Podem participar, enviando um relato do trabalho desenvolvido com uma turma de alunos, professores de escolas públicas da educação básica.

DIRETORES – PRÊMIO GESTÃO ESCOLAR
Ao fazer a inscrição on-line, o diretor tem acesso a um instrumento de autoavaliação dos processos de gestão e a um roteiro para o planejamento de um plano de ação – a ser construído com a comunidade escolar.
Podem participar escolas do ensino regular da educação básica, das redes públicas estaduais/distrital e municipais, representadas pelo diretor, que realizem o processo de autoavaliação.
Mais informações sobre o regulamento e a premiação podem ser obtidas nos sites www.educadoresdobrasil.org.br.

Iniciativa Educadores do Brasil – A iniciativa foi estabelecida pelo MEC, Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), visando ao avanço na qualificação do ensino. O foco é sobre a meta 17 do Plano Nacional de Educação (PNE) – valorização dos profissionais do magistério das redes públicas de educação básica – e na redefinição do papel do diretor a partir da disseminação de boas práticas de gestão.


Os Prêmios – Concebido em 1998 pelo Consed, o Prêmio Gestão Escolar contempla projetos inovadores e gestões competentes na educação básica do ensino público e conta, em sua trajetória, com a participação de cerca de 34 mil escolas de todas as regiões do país. Já o Professores do Brasil, criado pelo MEC em 2005, objetiva reconhecer, premiar e divulgar o mérito de docentes das redes públicas de ensino, pela contribuição dada para a melhoria da qualidade.

Fonte: SED/MS

Inscrições para cursos do PRONATEC estão abertas

A Secretaria de Estado de Educação informa que estão abertas as inscrições para os cursos técnicos de nível médio para quem já concluiu o ensino médio, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).
A educação profissional técnica de nível médio possibilita a preparação dos estudantes para a inserção no mundo do trabalho e contribui para a elevação da escolaridade da população por meio de cursos que integram educação, trabalho, ciência e tecnologia.

Em Aquidauana, há 40 vagas para o curso de Comunicação Visual na EE Coronel José Alves Ribeiro. E em Anastácio, há 40 vagas para o curso de Informática na EE Carlos Drummond de Andrade. Ambas as turmas no período noturno.

Fonte: SED/MS

Vídeo aulas musicais para deficientes visuais e auditivos

Se você é ou conhece alguém com deficiência visual ou auditiva, vai gostar desta dica.
O programa de educação musical Brasil de Tuhu lançou uma proposta pioneira com vídeo-aulas musicais gratuitas que têm recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência visual e auditiva.
A primeira lição lançada, sobre o Oboé, conta com áudio-descrição, janela de libras e closed captions.

PROFESSOR
O professor que conduz a vídeo-aula é Luis Carlos Justi, Doutor em Música Brasileira pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, onde também atua como professor de Oboé e música de câmara. Estudou na Escola Superior de Música e Teatro de Hannover, na Alemanha, é oboísta do Quinteto Villa-Lobos, do Trio de Palhetas “Villa-Lobos” e do grupo de música barroca “Sine Nomine”. Na primeira parte desta vídeo-aula, ele ensina as especificidades e sobre as partes do instrumento.

O PROGRAMA BRASIL DE TUHU – EDUCAÇÃO MUSICAL
O programa Brasil de Tuhu vem desde 2009 inovando em ações sempre com a missão de ampliar o acesso à música no Brasil. Impulsionado pela Lei Federal nº 11.769/2008, que inclui a música na grade curricular das escolas, o programa teve seu início em alguns estados brasileiros como Acre, Mato Grosso e Piauí.
Dividido entre as vertentes de sensibilizar, através da promoção da música clássica para crianças; aprofundar, por meio da produção de conteúdos focados em estudantes da área e formar cidadãos, com atividades e conteúdos voltados para educadores musicais, o Brasil de Tuhu é um programa fundamentalmente destinado ao desenvolvimento musical, não apenas nacional, como também internacional, por intermédio da sua plataforma de conteúdo.

CONTEÚDO
O site do programa conta com vídeo-aulas gratuitas de diversos instrumentos musicais: bandolim, clarineta, fagote, flauta transversa, piano, sanfona, teclado, viola, violão, violino e violoncelo, além de uma introdução à musicalização para crianças á partir de 6 anos, passando por conceitos de ritmo, melodia e harmonia.
Outro destaque é o Guia Musical. Com a proposta de aproximar crianças e jovens do universo da música erudita, estimular a educação musical e incentivar educadores, o site disponibiliza esse recurso baseado no guia prático do maestro Villa Lobos. Esse guia tem a finalidade de complementar as ações do programa, além de guiar e dar suporte aos educadores, com ferramentas práticas e didáticas, em suas aulas de música. A ideia é que essa prática musical desencadeie experiências importantes para a formação completa dos alunos como pessoa e cidadão. Dessa forma, estimulando o interesse pela música e viabilizando os professores a experimentarem outros caminhos de ensino.
Curiosidade: o programa recebeu esse nome para homenagear um dos maiores entusiastas na questão da educação musical, o maestro Villa Lobos. Assim, foi escolhido seu apelido de infância – Tuhu, uma referência ao barulho das locomotivas que ele tanto amava, para dar nome ao programa.

Para saber mais sobre o programa, acesse o site do Brasil de Tuhu – EducaçãoMusical.

Fonte: Canal do Ensino

XI Encontro Estadual do FEJA acontecerá em julho

A Secretaria de Estado de Educação (SED) é parceira na realização do XI Encontro Estadual do Fórum de Educação de Jovens e Adultos (FEJA/MS), nos dias 3 e 4/7, em Campo Grande.
A abertura será no dia 3, na Câmara Municipal, com credenciamento a partir das 18h30, seguido de apresentação cultural e palestras. No dia 4, a programação começa às 7h30, no anfiteatro da Unigran Capital.

O encontro tem como objetivo refletir e discutir a Educação Científica no Currículo da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os interessados em participar devem encaminhar a ficha de inscrição para o e-mail: fejams@gmail.com e pagar uma taxa de R$ 20,00 no dia do evento.

Fonte: SED/MS

App auxilia deficientes auditivos a ouvir música

Dois amigos de Campinas, no interior de São Paulo, desenvolveram um aplicativo capaz de tornar a música acessível para portadores de deficiência auditiva e ainda permite que eles aprendam a tocar músicas inteiras.
Isso é possível porque as ondas sonoras são vibrações que, ao atingirem os tímpanos, se transformam em impulsos elétricos graças aos nervos auditivos. Esses impulsos são interpretados pelo cérebro como vozes, notas, o que for.
Um deficiente auditivo não interpreta as ondas sonoras, muitas vezes por problemas nesse nervo. Mas ele sente a vibração da mesma forma que os não portadores da deficiência.
Estudos sugerem que a experiência que os deficientes auditivos têm quando ‘sentem’ a música é similar à experiência de ouvir música para outras pessoas sem essa condição. A percepção das vibrações musicais pelos deficientes auditivos é tão real quanto seu equivalente sonoro, por serem ambos processados na mesma região do cérebro.
Batizado de Ludwig, o projeto criado por Raphael Silva, 23 anos, e Ivan Ortiz, 29 anos, foi reconhecido internacionalmente, com destaque na Conferência Mundial para Desenvolvedores (WWDC sigla para Worldwide Developers Conference), promovida pela Apple entre os na semana passada, em São Francisco (EUA).
O Ludwig, cujo nome homenageia Beethoven (que compôs mesmo surdo em grande parte da vida), começará a ser oferecido gratuitamente até o final deste ano, com uma pulseira vibratória que será vendida por um preço ainda não definido.


Fonte: Catraca Livre

Divulgada lista dos selecionados do ProUni

O Ministério da Educação divulgou hoje a lista dos aprovados em primeira chamada da edição do segundo semestre de 2015 do Prouni – Programa Universidade para Todos. O resultado está disponível no site do Prouni.
A segunda chamada sairá no dia 6 de julho. Os candidatos devem fazer a consulta do resultado no site do programa.
O estudante pré-selecionado deverá comparecer na instituição de ensino para checar as informações prestadas em sua inscrição e eventual participação em processo seletivo próprio da instituição, de 22 a 29 de junho, na primeira chamada, e de 6 a 10 de julho, na segunda chamada.
O Prouni vai oferecer 116.004 bolsas em instituições privadas de ensino superior para alunos com renda familiar bruta de até 3 salários mínimos.

Serão 68.971 bolsas integrais e 47.033 parciais de 50%. As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pela internet, no site do Prouni.

Fonte: Correio do Estado

ONU premia brasileiro que criou óculos que guiam cegos

O brasileiro Marcos Antônio da Penha foi o vencedor do World Summit Youth Award, o mais importante prêmio da ONU para jovens empreendedores. O jovem pernambucano criou os óculos inteligente PAW (Project Annuit Walk) que ajuda deficientes visuais a se locomoverem. A ideia venceu outras duas mil iniciativas de todo o mundo.
O dispositivo, com raios ultrassônicos, localiza objetos em um ângulo de 120° e consegue informar o melhor percurso para o usuário seguir. Os óculos são uma das invenções "vestíveis" desenvolvidas no grupo de pesquisa WearIt, que reúne estudantes de várias universidades para solucionar problemas do cotidiano. Os pesquisadores resolveram investir na tecnologia assistiva, destinada a um público com algum tipo de deficiência.
Primeira vez na América Latina, o WSYA transformou, por três dias, a capital paulista no centro mundial de conteúdo digital com potencial para solucionar problemas sociais. Em sua sétima edição, o evento é uma iniciativa ligada à Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação (WSIS) das Nações Unidas e já aconteceu em países como Tunísia, Estados Unidos, Canadá, México, Áustria e Sri Lanka. A próxima edição acontece em janeiro de 2016, em Singapura.
Todos os projetos vencedores estão alinhados com critérios dos "Objetivos do Milênio" --os desafios globais definidos pela ONU-- e divididos em seis categorias: educação, igualdade de gênero, meio-ambiente, saúde, mobilidade e acesso à informação. Só podem se inscrever projetos de empreendedores com menos de 30 anos.
Segundo o inventor pernambucano, a ideia do equipamento é complementar o uso da bengala e do cão guia, pois os espaços urbanos têm verdadeiras armadilhas. "Um equipamento como esse, se aprimorado, aperfeiçoado à realidade do dia a dia, com certeza pode, no futuro, ser muito útil", analisa Alberto Pereira, deficiente visual e consultor de tecnologia assistiva. Também faz parte do mesmo projeto um aplicativo de celular que conversa com os óculos e indica o melhor trajeto.

Marcos parece ter resolvido com o PAW uma grande questão de outras tecnologias semelhantes: o preço. Os aparelhos criados até hoje sempre chegaram ao mercado com preços elevados, mas a produção dos óculos brasileiros em escala industrial é bem mais barata. "O protótipo mais simples que criamos custou em torno de R$ 45, o mais sofisticado, R$ 160", conta Marcos Antônio.

Fonte: Catraca Livre

Aplicativo formata trabalho nas normas da ABNT

Como se não bastasse a alta qualidade argumentativa e pesquisa refinada necessárias para a fundamentação de um bom trabalho acadêmico, há outra exigência bem específica: a formatação nos padrões da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Em muitos casos, um bocado de tempo é utilizado para conseguir deixar todo o material dentro das normas - e nesses casos tempo é o que mais falta. Entretanto, temos uma dica que pode ajudar bastante.
O "Monografando" é uma ferramenta que permite ao usuário escrever seu trabalho enquanto o mesmo é editado já dentro das regras de formatação. Disponível para download gratuito, o software apresenta interface simples, no estilo formulário, na qual basta preencher os campos requeridos - como nome dos integrantes do gripo, do orientador, capítulos e palavras-chave - e então terminar a montagem básica do trabalho. Depois basta completá-lo com a dissertação.

Vale ressaltar que algumas universidades possuem certas regras próprias de formatação. Ainda assim, o Monografando ajuda bastante no momento de organizar o artigo acadêmico.

Fonte: Catraca Livre

Iniciativa premia diretores e professores da rede pública

Diretores e professores das escolas públicas, de todo o Brasil, podem participar da Iniciativa Educadores do Brasil, por meio dos prêmios Professores do Brasil, do Ministério da Educação, e Gestão Escolar, realizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em parceria com instituições privadas e do terceiro setor. As inscrições serão abertas no dia 18 de junho (quinta-feira) e irão até 14 de setembro.
O Educadores do Brasil unificou duas iniciativas já existentes. O primeiro instituído em 2005, premia o professor que se destaca com mérito na melhoria da qualidade do ensino. O segundo estimula e reconhece, desde 1999, boas práticas de gestão nas escolas públicas de educação básica.

Professores – Prêmio Professores do Brasil
Ao fazer a inscrição online, o professor produzirá um relato de experiência, evidenciando sua qualidade e resultados obtidos. Ao escrever sobre uma experiência vivida na sala de aula o participante desenvolve um exercício de reflexão sobre a própria prática, promovendo o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.
Podem participar, enviando um relato do trabalho desenvolvido com uma turma de alunos, professores de escolas públicas da educação básica.

Diretores – Prêmio Gestão Escolar
Ao fazer a inscrição online, o diretor tem acesso a um instrumento de autoavaliação dos processos de gestão e a um roteiro para o planejamento de um plano de ação – a ser construído com a comunidade escolar.
Podem participar escolas do ensino regular da educação básica, das redes públicas estaduais/distrital e municipais, representadas pelo diretor, que realizem o processo de autoavaliação.
Mais informações sobre o regulamento e a premiação podem ser obtidas no site www.educadoresdobrasil.org.br.

Iniciativa Educadores do Brasil – A iniciativa foi estabelecida pelo MEC, Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), visando ao avanço na qualificação do ensino. O foco é sobre a meta 17 do Plano Nacional de Educação (PNE) – valorização dos profissionais do magistério das redes públicas de educação básica – e na redefinição do papel do diretor a partir da disseminação de boas práticas de gestão.


Os Prêmios – Concebido em 1998 pelo Consed, o Prêmio Gestão Escolar contempla projetos inovadores e gestões competentes na educação básica do ensino público e conta, em sua trajetória, com a participação de cerca de 34 mil escolas de todas as regiões do país. Já o Professores do Brasil, criado pelo MEC em 2005, objetiva reconhecer, premiar e divulgar o mérito de docentes das redes públicas de ensino, pela contribuição dada para a melhoria da qualidade.

Fonte: SED/MS

Especialização em Tecnologia e Inovação pela USP

Mato Grosso do Sul caminha a passos largos para a formação e aprimoramento de estudantes e pesquisadores do Estado. Uma nova oportunidade será aberta com o curso de especialização em Gestão de Projetos de Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade.
A proposta de criação do curso pela Fundação Instituto de Tecnologia e Inovação de Nova Andradina (Finova) foi discutida esta manhã na sede do Instituto Federal (IFMS), em Campo Grande, entre representantes da Finova, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), USP de São Carlos e Ribeirão Preto, prefeitura de Nova Andradina, Senai e Embrapa Pantanal.
O diretor-presidente da Fundação de Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado (Fundect), Marcelo Turine, e o superintendente de Ciência e Tecnologia, Renato Roscoe, também participaram da reunião.
O curso terá como corpo docente professores da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da USP de Ribeirão Preto, do curso de Engenharia da USP de São Carlos, da UEMS, UFMS, IFMS e de duas faculdades internacionais convidadas. Os detalhes sobre diretrizes, local onde acontecerão as aulas e o número de vagas ofertadas ainda será definido.
De acordo com Sonner Arfux de Figueiredo, diretor Técnico da Finova, o objetivo é implantar, também, mestrado e doutorado interinstitucional.

Finova
A Fundação Instituto de Tecnologia e Inovação de Nova Andradina foi criada em maio deste ano para gerir o Programa de Inovação e Tecnológica do município. Até o final deste ano, três programas terão as etapas iniciais implantadas: o Centro de Tecnologia, a Incubadora de Empresas e o Parque Tecnológico.

As ações vão beneficiar, ainda, os municípios do Vale do Ivinhema, pois a cidade é um centro regional nas áreas de educação e saúde para os municípios de Anaurilândia, Ivinhema, Angélica, Bataiporã, Taquarussu e Bataguassu.

Fonte: SED/MS

NTE promove oficina para produção de documentário





Estamos com mais uma oficina no NTE Aquidauana: “Documentário: produção coletiva em projetos de ensino com pesquisa”, baseada no plano de ação do PROGETEC Rogério Souza, da EEI de EM Pascoal Leite Dias, na Aldeia Limão Verde, e professora multiplicadora Lourdes Casanova.
Com uma carga horária de 20h, sendo 12h presencial e 08h à distância, os encontros acontecerão às sextas-feiras no NTE. O objetivo da oficina é a produção de vídeos documentários nas e sobre as aldeias Terena participantes, reconhecendo os diferentes tipos de documentários e suas características.
Os cursistas aprenderão como organizar roteiro de vídeo documentário e a trabalharem coletivamente em um projeto na escola voltado ao ensino com pesquisa, abordando a problemática socioambiental de aldeias Terena.
Ao final da oficina, os participantes irão orientar os estudantes da escola a produzirem um vídeo, partindo de um tema focado na questão ambiental, voltado à realidade de sua aldeia.
A oficina “Documentário: produção coletiva em projetos de ensino com pesquisa” é mais uma importante ferramenta disponível aos professores para uma educação de qualidade, inserindo as tecnologias na prática pedagógica e, em especial, unindo tradição Terena com a modernidade dos recursos midiáticos, visando transformar nossos jovens estudantes em cidadãos conscientes, comprometidos em fazer a diferença na sociedade.
Esse é o trabalho do NTE Aquidauana em parceria com PROGETECs e professores! Juntos somos melhores!


ProUni abre inscrições para segunda edição no dia 16

As inscrições para a segunda edição de 2015 do Programa Universidade para Todos (ProUni) estarão abertas do dia 16 próximo até as 23h59 do dia 18. De acordo com as regras estabelecidas em edital publicado nesta-segunda-feira, 8, o processo prevê uma única etapa de inscrições, exclusivamente pela internet.
O programa terá duas chamadas on-line. A primeira, no dia 22 deste mês; a segunda, em 6 de julho, ambas na página do programa na internet.
Para fazer a inscrição, o candidato deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. Não pode ter tirado nota zero na redação. No momento da inscrição, será necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem e o Cadastro de Pessoa Física (CPF). Ao se inscrever, o candidato pode fazer até duas opções de curso e instituição.
Criado pelo governo federal em 2004 e institucionalizado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005, o ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior que ofereçam cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Podem fazer a inscrição os egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular, estes na condição de bolsistas integrais da própria escola.
Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa.
Estão dispensados dos requisitos de renda os professores em efetivo exercício do magistério da educação básica integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Eles concorrem exclusivamente a bolsas para cursos de licenciatura.

O cronograma e demais procedimentos relativos ao processo seletivo deste segundo semestre constam do Edital nº 18/2015 da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação, publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 8. As inscrições devem ser feitas na página do ProUni nainternet.

Fonte: MEC

Professoras do Medeiros participam de webconferência



A Secretaria de Estado de Educação - SED está realizando uma série de webconferências nas escolas para subsidiar a prática pedagógica e melhorar o processo do ensinoaprendizagem aos alunos.
Dentro dessa proposta, e seguindo um cronograma, os professores regentes, de Produções Interativas e de Raciocínio Lógico do 3º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Deputado Carlos Souza Medeiros, em Anastácio, participam durante esta quinta-feira (11) deste importante evento.

Parabéns aos docentes da EE Carlos Medeiros pela disposição em fazer a diferença na educação!

USP oferece curso gratuito e online para aprender Libras

O grupo de Mídias Digitais da Pró-Reitoria de Graduação da Universidade de São Paulo (USP) criou uma plataforma exclusiva para o aprendizado da língua brasileira de sinais (Libras). O ambiente online é totalmente gratuito.
Por lá, você encontra dezenas de videoaulas, material didático e atividades. A ideia é fazer com que pessoas não surdas tenham contato com conteúdos relacionados à língua de sinais, à surdez, à educação de surdos é à cultura surda.
Os interessados devem acessar a plataforma Stoa, onde é possível assistir online e fazer o download das aulas. O portal e-Aulas USP também oferece a disciplina para estudo.
O conteúdo é coordenado pelo Prof. Dr. Felipe Venâncio Barbosa, do Departamento de Linguística da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Fonte: Catraca Livre

App ajuda estudante a se preparar para o ENEM

O campo-grandense Marco Aurélio de Oliveira, 49 anos, criou uma maneira diferente de ensinar matemática para os estudantes brasileiros. Em apenas dois dias, o tecnólogo em sistemas para internet desenvolveu o aplicativo “Desafio Tabuada” e garante que os exercícios podem ser usados para se preparar para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
Marco contou que vem estruturando a arquitetura do aplicativo há algum tempo, mas que em dois dias conseguiu colocar o sistema “para funcionar”. O objetivo do app é bem claro, sendo feito para “incentivar as pessoas a resolverem desafios matemáticos, com situações e problemas de vários níveis de dificuldade”, que vão do fácil até o gênio.
“A cada vez que a pessoa resolve um exercício, ela fica incentivada a resolver o próximo”, explicou Marco. O tecnólogo esclareceu que esta é a primeira versão do aplicativo e apontou que algumas melhorias ainda serão feitas. “O aplicativo vai analisar os pontos fortes e fracos do usuário, mostrando um relatório na tela do celular”, contou.
Esta análise será feita pelos acertos e tempo que o usuário gastou resolvendo o exercício. Marco ainda explicou que novos problemas serão disponibilizados semanalmente no aplicativo, para todos os níveis, para que o jogo não fique desatualizado e repetitivo.
Para os estudantes que vão realizar as provas do Enem, Marco apontou que uma atualização com exercícios direcionados ao exame deve ser feita um tempo antes das provas.
O aplicativo está disponível para Android, através do Google Play, gratuitame nte. Para acessar a loja e baixar o aplicativo, basta clicar no link: https://goo.gl/hDYmYG.


Fonte: campograndenews

Inscrições prorrogadas para o Soy loco por ti América

As inscrições para o concurso Soy Loco por ti America foram prorrogadas até o dia 20 de julho. O tema deste ano é: “Mato Grosso do Sul: O Olhar da Juventude”, e envolve alunos a partir do 8º ano do Ensino Fundamental até estudantes universitários das Redes Pública e Privada do Estado.
O concurso é uma ação do Festival América do Sul Pantanal e a ideia é que os estudantes produzam um vídeo de curtíssima-metragem, no máximo dois minutos, que mostre Mato Grosso do Sul, sua história e cultura com seus próprios olhares!
Os três melhores vídeos serão premiados com câmeras de vídeo, tablets e celulares.
Para fazer a inscrição e ter acesso ao regulamento do concurso, basta acessar o site: http://festivalamericadosulpantanal.com/soyloco/http://festivalamericadosulpantanal.com/soyloco/

video



Fonte: SED/MS

Cuidado com vírus que se espalha pelo Facebook

Um vírus vem causando problemas a usuários do Facebook nesta segunda-feira (08). Chamado de Amazonaws, ele é um “sequestrador de navegadores”, que se espalha através de mensagens que pedem ajuda para denunciar publicações com apelo pornográfico.
Quem recebeu notificações dizendo que um amigo "disse que estava com você e outras 19 pessoas" não deve clicar no link. A publicação parece trazer um vídeo de conotação pornográfica, que ao ser acessada faz com que o usuário compartilhe o vírus com outros amigos.
O vírus S3.amazonaws.com/addns/ pode ser transferido através de anexos de e-mails, sites comprometidos ou pelos posts danificados, e se aloca no computador como uma barra de ferramenta de busca.

Saiba como removê-lo
Um manual explica como o usuário deve proceder caso tenha clicado em alguma dessas postagens em uma das sessões do Facebook. O primeiro passo é ir até o campo "Configurações", no canto superior da tela, e em seguida em "Aplicativos".  Se houver algum item suspeito, o usuário deve excluí-lo. Para isso, clique no "X" ao lado do aplicativo e na sequência em "Remover". O usuário deve também acessar a opção "Registro de atividades", no menu do canto superior direito da tela. Lá, exclua todas as publicações indesejadas.
No Google Chrome, vá em "Ferramentas" e em seguida em "Extensões". No Firefox, acesse "Complementos". Se você usa o Internet Explorer, clique em “Gerenciar Complementos” e depois na aba “barras de ferramentas e extensões”.
Outra opção para remover o vírus manualmente, é preciso abrir o navegador Firefox, clicar em Ajuda e selecionar Solução de Problemas. Depois, selecione a opção Redefenir Firefox. Após o término da operação, basta clicar em Fechar e o navegador irá iniciar.
O próximo passo é verificar se todos os itens da lista são de sua confiança. Caso algum deles não seja, ele deve ser excluído. Se a aba de extensões não se abrir, o vírus pode já ter tomado conta do navegador. O programa deve, então, ser reinstalado. Além dessas medidas, é recomendado também que o usuário troque a senha de acesso ao Facebook.
Procurada pela reportagem do Portal EBC, o Facebook apontou que o malware é uma extensão utilizada em navegadores que se espalham por diversas redes sociais. A assessoria da rede social apontou, ainda, que tenta tomar medidas para evitar que o vírus se espalhe: "Nós usamos diversos sistemas automatizados para identificar potenciais links nocivos e impedir que eles se espalhem. Estamos bloqueando os links com esse golpe, oferecendo opções para limpá-los e buscando outras formas para mensurar e garantir que as pessoas continuem em um ambiente seguro no Facebook".
Além disso, o Facebook apontou que há algumas ferramentas para auxiliar a identificação e remoção de malwares da sua conta na rede social. Elas estão disponíveis nesse link.

Fonte: EBC

FIES terá 2ª edição em 2015 para novos contratos

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, confirmou na noite desta segunda-feira (8) que o governo federal reabrirá o sistema do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Ele anunciou a decisão no programa "Roda Viva", da TV Cultura, mas publicou a informação minutos antes do início do programa em seu perfil pessoal no Facebook.
"É com muita alegria que anuncio que teremos, em 2015, a segunda edição do Fies. Novos contratos de financiamento serão possíveis", afirmou ele, pela rede social. No "Roda Viva", ele disse que ainda não foram definidas quantas vagas para novos contratos estarão disponíveis no segundo semestre deste ano. "Nós vamos abrir o Fies, vamos ter uma segunda edição do Fies este ano. Não posso anunciar quantas vagas, isso vai ser definido nos próximos dias, mas vamos ter. Mas vamos mudar os critérios", afirmou ele, citando que, a partir desta edição, só poderão solicitar financiamento estudantes com renda familiar de até 20 salários mínimos.

No Facebook, Janine Ribeiro disse que a segunda edição do programa vai priorizar cursos com notas 4 e 5 nos indicadores de qualidade do Ministério da Educação, e que estudantes matriculados em instituições das regiões Norte e Nordeste, "por suas necessidades especiais, serão também priorizadas".

Fonte: Correio do Estado

Parlamento Jovem Sul-mato-grossense abre inscrições

O projeto Parlamento Jovem Sul-mato-grossense está com inscrições abertas para a sua 5ª edição. O prazo para as escolas vai até esta sexta-feira (12). Já os estudantes do 1º ou 2º ano do ensino médio regular ou técnico integrado das escolas de Campo Grande, com menos de 18 anos, podem se inscrever de 13/6 a 13/7. 
A cada edição são eleitos 24 deputados estudantes titulares e 24 suplentes, de acordo com a proporcionalidade de votos no colégio eleitoral (cada escola é um colégio eleitoral).
O Projeto Parlamento Jovem Sul-mato-grossense é uma iniciativa da Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet, realizado anualmente em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SED) e o Tribunal Regional Eleitoral (TER) com objetivo de estimular o protagonismo, a representatividade democrática e a participação política dos jovens estudantes.
As fichas de inscrição da escola e dos estudantes da Rede Estadual de Ensino e demais documentos solicitados deverão ser encaminhadas à SED, no e-mail:
parlamentojovemsulmatogrossense@gmail.com, de acordo com os prazos estabelecidos no referido edital.
Para acessar o edital, bem como realizar as respectivas inscrições (escola e estudante), a unidade escolar deve acessar o site  http://www.escoladolegislativo.al.ms.gov.br/new/index.php?option=com_content&view=article&id=596.

Fonte: SED/MS

Aplicativo auxilia crianças com deficiência

Que a internet revolucionou a maneira como as pessoas se relacionam com a saúde não é novidade. Da precisão do diagnóstico ao acesso à informação, a tecnologia tem trazido mudanças significativas em diversos segmentos. Agora, desenvolvedores investem no segmento de saúde e bem-estar para propor programas cada vez mais inteligentes.
Um exemplo disso é a criança com deficiência. Segundo o censo de 2010, 7,5% das crianças brasileiras de 0 a 14 anos têm alguma deficiência. Com as ferramentas de acessibilidade disponíveis em tablets e celulares, o acesso a livros e outros programas ficou muito mais simples. Atentos à demanda, programadores começam a desenvolver softwares cada vez mais específicos.
Um bom exemplo é o aplicativo para iPads “Minha Rotina Especial”, lançado em abril na App Store, que tem como proposta organizar a rotina e usá-la como um estímulo para o aprendizado e o desenvolvimento da criança com deficiência. Os criadores, o empresário Paulo Zamboni e o terapeuta ocupacional Regis Nepomuceno, explicam que o programa foi desenvolvido considerando as principais demandas de crianças com autismo, síndromes ou déficits motores ou cognitivos O objetivo é oferecer não apenas a organização da rotina, mas estímulos para o desenvolvimento e integração de informações para facilitar a comunicação entre os diferentes profissionais, ou seja, um facilitador para a criança, seus familiares e equipe especializada.
A parceria entre o empresário e o terapeuta ocupacional revela um pouco da alma do aplicativo: a integração de saberes para promover o desenvolvimento de crianças com diferentes perfis. Paulo é empresário e especialista em aplicativos, tem um filho autista que adora tecnologia e conhece bem os desafios da rotina para uma criança que precisa se preparar para cada uma de suas atividades. Já Régis tem ampla experiência em orientação e consultoria na inclusão e estimulação cognitiva, para que tanto no ambiente escolar como em casa as crianças possam participar das tarefas com a maior autonomia possível e se integrar aos diversos ambientes.
Ambos conhecem os desafios dessa rotina especial: o planejamento para tantas atividades, a importância da personalização, a comunicação entre os profissionais que atendem a criança e, não menos importante, o fascínio que a tecnologia exerce e as opções de acessibilidade, para alcançar diferentes públicos.
O conhecimento da família sobre a execução das tarefas, aquilo que a criança mostra mais resistência ou dificuldade para fazer, os interesses e características são informações que nem sempre a escola e os profissionais de reabilitação conseguem acompanhar. Promover o trabalho conjunto e estimular o desenvolvimento da criança são alguns dos objetivos do programa. “Quanto mais as informações estiverem ao alcance de toda a equipe e quanto mais a criança participar dessa rotina, do planejamento à execução das tarefas, melhor será seu desenvolvimento, em todos os ambientes”, defende Régis.
“Se a criança já usa e gosta de um aparelho, nada melhor do que fazer dele um canal de aprendizagem, lúdico e estimulante e oferecer isso para o máximo de famílias, já que tanto a rotina como a integração da comunicação entre os profissionais é um desafio comum a tanta gente”, defende Paulo.
O programa é exclusivo em seu segmento, mas se une a outros que auxiliam deficientes visuais, que trazem informações de mobilidade, prontuários médicos e tantas outras informações de acessibilidade e saúde, em celulares, tablets e, agora até relógios. A cada dia mais, a saúde e as informações ficam ao alcance das mãos. Ou do pulso.

Para saber mais acesse: http://minharotina.com.br/

Fonte: deficienteciente

Sisu abre inscrições para o segundo semestre

Com 130 vagas oferecidas no município de Aquidauana, as inscrições para a edição do segundo semestre do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) começam nesta segunda-feira (08) e deverão ser feitas até quarta-feira (10). Os candidatos podem fazer a consulta a vagas e cursos pela internet.
Em Aquidauana, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) abriu 50 vagas para o curso de Administração (noturno) e 40 vagas para o curso de Geografia (vespertino). Já o IMFS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) oferece 40 vagas para o curso de Sistemas para Internet (noturno).
 As inscrições são feitas exclusivamente pela internet - na página do Sisu. Para participar, o candidato precisa ter feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2014 e não ter tirado zero na redação.
O resultado será divulgado no dia 15 de junho em uma única chamada, e a matrícula deverá ser feita na instituição de ensino nos dias 19, 22 e 23 de junho.
Na hora da inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. Também deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, ou às vagas reservadas de acordo com a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012).
As cotas são para estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas. Nesta edição do Sisu, pelo menos 37,5% das vagas serão para estudantes cotistas.
Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados para cada curso, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota é apenas uma referência e não uma garantia de que o estudante será selecionado. Até o fim do período de inscrição, o candidato pode mudar de opção de curso.

Segundo o Ministério da Educação, quem não conseguir uma vaga na chamada regular pode participar da lista de espera se inscrevendo na página do Sisu, na internet, entre os dias 15 e 26 de junho.

Fonte: O Pantaneiro

Plataforma corrige redação usando regras do Enem

A cada nova edição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), os resultados da prova de redação decepcionam. Na última edição, 8,5% dos 6,2 milhões de alunos zeraram na parte subjetiva da prova. Segundo o Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), isso aconteceu porque os alunos deixaram de atender ou infringiram os critérios de correção, problemas que seriam facilmente resolvidos com maior prática e correção que ajude no desenvolvimento do aluno. É isso que a plataforma Imaginie busca resolver.
Por meio de um aplicativo instalado no smartphone, o aluno bate uma foto de seu texto e consegue enviá-la para correção, mediante o uso de créditos adquiridos pela escola. Do outro lado, dois corretores leem o texto (um terceiro entra em ação em caso de notas muito distintas), fazem anotações e enviam devolutiva em até três dias. Além disso, são disponibilizados relatórios de desempenho e ranking que compara o resultado individual com relação a outros alunos da cidade, do estado, ou do país todo.

Menos trabalho para a escola
“A redação causa muita dor para as escolas por causa do trabalho de correção, que exige corretor individual. Isso é caro, exige treino e monitoramento”, diz Daniel Machado, CEO da Imaginie, que atuou como gestor escolar durante 10 anos antes de criar o aplicativo.
Segundo ele, diferentemente da parte objetiva, que já conta com aplicativos baseados em algoritmos, a prova discursiva depende da infraestrutura e da carga de trabalho do professor, que nem sempre consegue dar uma resposta significativa para o aluno diante da avalanche de textos. Ao estabelecer um relacionamento mais próximo entre o corretor e o estudante, a Imaginie tenta fechar essa lacuna e estimular o aluno a escrever cada vez mais.
Com experiência de quem esteve à frente de uma rede de escolas de Belo Horizonte que obteve o primeiro e quinto melhores desempenhos na redação do Enem em 2014, Machado diz que a receita é fazer com que os estudantes pratiquem. “Em média, o aluno tem melhorado 220 pontos após 10 redações e quanto maior é a frequência, melhor é o resultado”, diz.

Trabalho do corretor
A Imaginie tem cerca de 1.500 corretores cadastrados, sendo que 180 deles participam da análise de textos entre duas e três vezes por semana e 50 têm uma assiduidade diária. “Os professores passam por um treinamento, recebem certificação e a gente continua monitorando, porque preciso saber o motivo da discrepância de notas caso precisar acionar para um terceiro corretor”, diz Machado. Atualmente, esse terceiro profissional entra em cena em 20% dos casos.
Os corretores são remunerados com parte dos créditos pagos por estudantes individuais ou por escolas. Um crédito custa R$ 9,90 e um pacote de 10 sai por R$ 69,90, mas redes de escolas compram milhares para usar ao longo do ano.
Ao intermediar o contato de uma rede cada vez maior de estudantes por meio do conceito conhecido como crowdsourcing, a Imaginie tem criado novas oportunidades para profissionais aposentados ou recém-formados, que constituem a maior fatia dos cadastrados.

“Tenho caso de professor que está deixando a rede estadual para ficar em casa cuidando dos filhos e corrigindo redações no horário e na frequência que quiser”, conta o CEO da Imaginie.

Fonte: Porvir

Apps do Google Maps e YouTube estarão disponíveis offline

O Google Maps e o YouTube irão permitir que seus serviços sejam acessados offline - ou seja, você irá economizar no seu pacote de dados. Isso significa que os usuários não precisarão estar conectados para acessarem rotas e assistirem vídeos, mas os serviços estarão longe de disponibilizar todas as funcionalidades nesse modo.

Por exemplo, no caso do Google Maps, você precisará salvar as rotas - só assim poderá acessá-las offline (o que pode ser extremamente útil no caso de viagens em que você sabe que pode perder a conexão). Já no YouTube, você precisa fazer o streaming dos vídeos enquanto está conectado e só assim poderá assistí-los novamente offline.


As mudanças devem ser implementadas até o fim do ano.

Fonte: Galileu

MEC libera consulta para as 55.576 vagas do Sisu

Estudantes interessados em ingressar em instituições públicas de todo o país podem consultar, a partir desta terça-feira (2), a relação de vagas disponíveis na segunda edição do Sisu 2015, que oferta vagas de graduação no meio do ano.
No site do Sisu, é possível conferir a distribuição das 55.576 vagas em 72 instituições públicas, entre federais e estaduais.
As inscrições começam na próxima segunda-feira (8), valem para estudantes que fizeram o Enem 2014 e receberam nota acima de zero na redação. O resultado será divulgado em 15 de junho. No ano passado, 1,21 milhão de candidatos disputaram 51.412 vagas.

ENEM 2015
Na manhã desta terça, o número de inscritos no Enem 2015 chegou a 4,4 milhões, de acordo com balanço mais recente divulgado pelo Ministério da Educação.
O prazo para participação será encerrado nesta sexta-feira (5) – candidatos pagantes devem fazer o depósito de R$ 63 até o dia 10. Estão isentos do valor os concluintes do ensino médio da rede pública e pessoas que se declararem carentes.

Neste ano, o Enem será realizado nos dias 24 e 25 de outubro.

Fonte: Folha

 
Núcleo de Tecnologia Educacional - Aquidauana/MS © 2012 | Designed by Cheap TVS, in collaboration with Vegan Breakfast, Royalty Free Images and Live Cricket Score